24 de abr de 2007

Sorte, destino...

Eu fico imaginando o desespero de algumas pessoas em querer saber em que rumo a sua vida dará... Ou até mesmo fazendo jogo de lógicas para ter mais sorte no jogo e consequentemente na vida.

Muitas razões pelas quais eu venho perguntando sobre quem acredita na sorte ou quem se baseia em premunições ou adivinhações, é que muitas delas estão relacionadas a felicidade e ao amor.

O desespero toma conta realmente das pessoas e elas nem se tocam de que não adianta sorte ou adivinhações para mudar o curso da vida... pois quem direciona a vida somos nós mesmos!!

Uma das coisas maravilhosas que Deus nos deixou foi justamente o livre arbítrio!! Bem, tem gente que não acredita nisso, mas imagine se você não fosse responsável pelas decisões que você tomou na sua vida!

Outro dia, eu estava assistindo um dos episódios de Smallville, um seriado da Warnerbros,... É... Eu adoro historias em quadrinhos, super-heróis e especial o Superman!! hehehe... Mas nesse episódio o super-boy escolhe voltar ao passado para fazer com que a sua amada não morra (não é Lois Lane, viu gente?! Hehehe) . Bem, a moral da história é que o nosso super-herói consegue salvar a sua amada, mas no final quem morre é o seu pai. Como nós não podemos voltar ao passado... Encarar a realidade é mais dura e sofrida!!

Bem... Sorte ou azar... Destino ou não... Estamos nessa vida para viver e saber fazer as nossas escolhas. E na maioria das vezes só temos duas opções. Para esquerda ou para direita... Sim ou não... Ir ou ficar...

Aceitar ou não aceitar... Acreditar ou não acreditar.

A vida é sua... e a escolha também é!

3 comentários:

Raphael Rap disse...

Querer saber do futuro é fugir da responsabilidade de assumir as próprias decisões.

Bom texto para reflexão nossa...

Mário disse...

Penso como você, Poliane, fico só um pouco dividido que algumas coisas que previram a meu respeito realmente ocorreu. Poderia ser que eu ficasse pensando naquilo, mas qdo aconteceu eu nem lembrava mais daquele trem e só depois que aconteceu, quase dois meses depois, recordei que haviam me avisado. Não procuro saber do futuro, aliás depois desse fato fiquei até com repulsa de saber o futuro. Prefiro acreditar que o destino somos nós mesmos quem fazemos a partir do presente.

Chawca disse...

A vida é uma sequência de escolhas, e quando ela toma rumos que não escolhemos podemos dizer que isso é ação de Deus ou do Destino.... quem fica querendo prever o futuro não gosta de correr riscos, o que é extremamente importante para o crescimento pessoal... Ótimo post..

Um beijo